terça-feira, 31 de Maio de 2011

Novos Utensílios

Rolo para Perfurar Massa ou Pasta de Cobertura
Ideal para picar a massa folhada ou a massa quebrada, bem como para efeito em pasta de cobertura.








Rolo Losângulos para Massa ou Pasta de Cobertura
Serve para fazer o efeito das tradicionais Pies.











Envio estes artigos por correio, basta mandarem mail:

luisaalexandramarques@hotmail.com

Taboulé com Vegetais Salteados e Queijo Feta





Não é a primeira vez que vos mostro o taboulé, tenho AQUI um separador já com algumas variações.
A de hoje é bastante comum na gastronomia do médio oriente, que usa e abusa da mistura do taboulé com vegetais frescos, sejam eles crús ou cozinhados.
A minha versão foi com vegetais salteados em azeite, mas resulta muito bem com tomate, alface, pepino, qualquer vegetal que se consuma ao natural.

Ingredientes:
| Taboulé [este vem já temperado com salsa e menta]

| Azeite
| Alho Francês
| Courgette
| Tomate
| Tomate Seco
| Cenoura

| Gomásio [sementes de sésamo tostadas com sal marinho]
| Mistura de Especiarias para Salada
| Queijo Feta

Preparação:
Prepara-se o taboulé conforme as instruções da embalagem, hidratando os grãos em água fria e deixando repousar cerca de 45 minutos no frigorífico até absorverem a água e incharem.



Numa frigideira coloca-se um pouco de azeite e juntam-se os vegetais escolhidos.
Usei alho francês, courgette, tomate, tomate seco e cenoura.



Tapa-se e deixa-se cozinhar até amolecerem e dourarem.
Quando estiverem a gosto adiciona-se o taboulé e envolve-se.



No final, e já no prato, adiciona-se queijo feta em cubos e tempera-se com gomásio e mistura de especiarias.





segunda-feira, 30 de Maio de 2011

Raclette • Para apreciadores do queijo derretido!



Já mostrei no post anterior como congelar o queijo raclette, agora mostro como o comer!!!!
Eu adoro queijo, gosto praticamente de todas as qualidades, excepto os demasiadamente picantes.
Quando faço raclette cá em casa é uma gulodisse comer aquele queijinho derretido, tão tentador!
Uma refeição bem calórica, bem sei, mas que é do melhor!

Depois de retirar o queijo do congelador deixei-o umas horas a descongelar à temperatura ambiente.
Retirei a casca e cortei em pedaços.



Grelhámos carne de vitelão, chouriço e tomate.





Acompanhei ainda com uma salada de alface com molho de iogurte, batata frita e arroz thai jasmine.



Queijo Raclette • Como conservar



O meu marido costuma ir a uns petiscos com amigos em que usam o queijo raclette tradicional, um queijo enorme e bem cremoso.
Conseguimos um queijo destes cá para casa, mas é tão grande que tive que arranjar maneira de o conservar.
Foi-me explicado que pode ser congelado, depois de cortado em doses mais pequenas e bem acondicionado.

Como se pode verificar nas fotos é um queijo muito cremoso:



Cortei em pedaços, embrulhei em película aderente e coloquei em sacos de congelação.





Está no congelador, sempre que necessito basta retirar uma dose e utilizar.

domingo, 29 de Maio de 2011

Entrecosto com Sementes de Mostarda • Actifry



O entrecosto torna-se uma variedade de carne ideal para petiscos.
Os meus filhos adoram agarrar nos ossinhos e comer a carne, e depois deliciarem-se com o molho guloso no pão!

Ingredientes:
| 1 kg. de Entrecosto de Porco
| 200 ml. de Vinho Branco
| 2 Dentes de Alho
| 1 folha de Louro

| 1 Caldo de Tempero de Tomate e Alho
| Azeite
| Sementes de Mostarda
| Mostarda
| Ketchup
| 1 Limão

Preparação:
Umas horas antes tempera-se o entrecosto com vinho branco, alhos lâminados e louro.
Eu peço no talho o entrecosto com mais carne, para ser frito, e já cortado em pedaços.
Fica pronto a utilizar.
Depois de tomar gosto nesta marinada escorre-se e coloca-se na actifry.
Junta-se um caldo de tempero de tomate e alho, azeite, um pouco da marinada, sementes de mostarda, um pouco de mostarda e de ketchup.
Programa-se 20 minutos.
No final do tempo espreme-se um limão por cima e deixa-se repousar 1 minuto dentro da actifry antes de servir.

sábado, 28 de Maio de 2011

Tempero para Peixe Grelhado • Alho, Azeite e Salsa Frisada



Apesar de utilizar imenso as misturas de especiarias para temperar a comida, tenho um imenso fascínio por ervas aromáticas frescas.
O seu aroma fresco e delicioso, quando acabadas de apanhar, dão um toque magnífico às refeições.
A minha Mãe preparou-me um vaso com uns pés de salsa frisada, que além de ser extremamente aromática dá um efeito visual fantástico.
Juntei um pouco desta erva aromática ao azeite, mais um dente de alho lâminado e já está!
Um simples e apetitoso tempero.

Ingredientes:
| Azeite
| Alho
| Salsa Frisada

Preparação:
Num taça, ou numa molheira, coloca-se um pouco de azeite.
Junta-se um alho lâminado e uns ramilhos de salsa e deixa-se tomar gosto enquanto se grelha o peixe, neste caso eram lulas e salmão.





Quando o peixe estiver grelhado deita-se o tempero por cima.

sexta-feira, 27 de Maio de 2011

Legumes Salteados com Arroz • Aproveitar Sobras





Sempre que faço arroz aumento a quantidade, de modo a ficar com alguma sobra que me facilite uma próxima refeição.
O que vos mostro hoje é uma receita bem simples, e tendo o arroz já feito torna-se muito rápida de se fazer, apenas o tempo de saltear os legumes.
Acompanhei com ovos estrelados, porque eu adoro ovos, mas pode ser acompanhado com carne ou peixe, ou até mesmo servido assim simples como refeição mais leve.

Ingredientes:
| Azeite
| Alho
| Tomate
| Espargos Verdes Frescos
| Cenoura

| Arroz Thai Jasmine Cozido

| Gomásio [sal marinho com sementes de sésamo]

Preparação:
Numa frigideira coloca-se um pouco de azeite e um dente de alho.
Junta-se os legumes lavados e cortados em pedaços.



Deixa-se cozinhar até ficarem tenros e apurados.
Adiciona-se o arroz e envolve-se delicadamente.



Retira-se e serve-se.
Polvilhei no final com gomásio, por isso não usei mais nenhum tempero.



Eu adoro o arroz com ovos estrelados, deixo o molho da gema escorrer em cima do arroz, fica uma maravilha!

quinta-feira, 26 de Maio de 2011

Solução para problemas em comentar nos Blogs...

...

A Catarina publicou no seu blog, e eu partilho aqui com quem me visita, pois tenho recebido alguns comentários como anónimos de pessoas que não estão a conseguir entrar na sua conta gmail.

Retirei este excerto deste blog, espero que ajude quem esteja com dificuldades em aceder à sua conta:




AL ENTRAR EN EL BLOG HAY QUE DESACTIVAR LA CASILLA QUE PODÉIS VER EN ESTA FOTO....



Y LA COSA QUEDARÍA ASÍ.....

Ahora sólo queda introducir el mail y la contraseña, y acceder al blog!

Informação tirada do Blog "La Cocina sin Complicaciones".





Quem experimentar por favor deixe aqui comentário a informar se realmente resulta.
Eu não notei nenhum problema ao entrar na minha conta, por isso não posso garantir se será mesmo esta a solução.

Aconselho também a eliminarem os COOKIES e a eliminarem o HISTÓRICO DE NAVEGAÇÃO, depois então experimentarem aceder à vossa conta.
Creio que o principal problema está em quem navega através do GOOGLE CHROME, com outros browsers não se sente o mesmo problema.

Bolo de Cenoura e Côco com Farinha de Milho





Este bolo ficou bem amarelinho, não pelos ovos, pois levou apenas dois ovos inteiros, mas devido à farinha de milho e à farinha custard, que conferem um sabor e uma cor maravilhosa.
Os meus últimos bolos não têem seguido uma receita certa, pois são feitos com o intuito de aproveitar este ou aquele ingrediente, e assim junta-se o útil ao agradável!
Também têem sido quase todos feitos na máquina de fazer pão pois torna-se mais prático para mim. Aos sábados é dia de arrumações cá em casa, enquanto limpo a despensa e a cozinha coloco o bolo a fazer e durante uma hora não me preocupo mais, apenas quando toca o sinal de que já está cozido o tenho que ir retirar.
Todas as receitas que coloco aqui no blog e que faço na máquina de fazer pão podem ser feitas no forno, é exactamente a mesma coisa.

Neste bolo aproveitei três claras que tinha congeladas e um resto de côco ralado, apenas uma colher de sopa, se levar um pouco mais o sabor fica mais acentuado e creio que resulta melhor.
Deixo as quantidades e o modo como o fiz.

Ingredientes:
| 3 Cenoura [deu 160 gr.]
| 2 Ovos inteiros
| 3 Claras [tinha-as congeladas para aproveitar]
| 150 gr. de Açúcar
| 70 gr. de Óleo de Girassol
| 1 Iogurte natural açucarado
| 1 colher [de sopa] de Côco [podem colocar um pouco mais para se sentir melhor o seu sabor]
| 100 gr. Farinha para Bolos da Nacional [não uso fermento com esta farinha]
| 80 gr. de Farinha de Milho
| 20 gr. de Farinha Custard

Preparação:
Coloca-se a cenoura descascada e cortada em rodelas no copo da Bimby e tritura-se com uns toques de turbo.





Retira-se e reserva-se.

No copo da Bimby colocam-se os dois ovos inteiros e o açúcar, com a borboleta colocada nas lâminas.
Programa-se 2 min., vel. 4.
Adiciona-se o óleo, o iogurte, o côco e a cenoura triturada.
Envolve-se 10 seg., vel. 4.
Por fim a farinha para bolos, a farinha de milho e a farinha custard e programa-se 15 seg., vel. 3.



Transfere-se o preparado para a cuba da máquina de fazer pão, ou quem cozer no forno coloca numa forma de silicone, e coloca-se a cozer, seleccionando o programa COZER.
Desenforma-se e serve-se.





E agora queria saber a vossa opinião acerca de Arcas Congeladoras.
Temos um frigorífico de duas portas verticais, estilo americano, mas não tem chegado para colocar todos os ingredientes que quero congelar, principalmente quando trago frango e vegetais de casa da minha Avó.
Costumo deixar tudo em casa da minha Mãe, que tem uma arca congeladora horizontal de grande capacidade, mas depois coloca-se o problema de não ter as coisas cá em minha casa quando preciso.
Assim sendo, e depois de organizar as coisas de modo diferente na despensa, consegui um espaço para colocar uma arca congeladora das pequenas, mas fiquei na dúvida se adquiro das verticais [de gaveta] ou das horizontais.
Eu sei que as horizontais horizontais têem uma maior capacidade de armazenamento [o espaço apenas comporta uma arca congeladora de mais ou menos 100 litros], mas como gosto de arrumar tudo em caixas de congelação não creio que seja prático pôr caixa em cima de caixa, tornando-se depois complicado quando precisar de retirar uma caixa que esteja no fundo.
Estou mais inclinada para o modelo vertical, de gavetas.
O meu problema é que, depois de uma pesquisa, não encontro nenhuma que não forme gelo, modelos No Frost, como por exemplo os frigoríficos.
O frigorífico que eu tenho nunca precisei de o descongelar para limpar, pois tem um sistema que não ganha gelo, é muito prático.
Segundo o que me explicaram as arcas de congelação não têem esse sistema.
As meninas que têem este tipo de arca contem-me tudo.
Ganha muito gelo?
Basta descongelar uma vez por ano?

Obrigado desde já pela vossa opinião!

quarta-feira, 25 de Maio de 2011

Camarão ao Alhinho com Esparguete e Salsa





Camarão e massa ficam muito bem juntos, e é o tipo de refeição que todos apreciam cá em casa.
Não gosto de camarão congelado, parece muito grande, muito vistoso, mas depois de cozinhado encolhe, fica mole e sem sabor.
Há bastante tempo que optei por deixar o comprar, excepto o camarão tigre que só encontro mesmo congelado.
Os supermercados, pelo menos aqui na minha zona, têem uma óptima selecção de marisco fresco.
O Pingo Doce então [que entretanto me devia começar a dar patrocínio de tanta publicidade que aqui faço!!!] costuma ter camarão cozido de muito boa qualidade e de tamanhos distintos.
O que hoje mostro é dos maiores, bem carnudos e consistentes, que até dá gosto comer.
Pode ser servido simples, mas eu prefiro descascá-los e saltear em bastante alho e azeite, fica um petisco magnífico e bem mais fácil para as crianças comerem.
Acompanhei com esparguete fino, da Nacional, uma variedade de massa que os meus filhos adoram.
Juntei também uns ovos mexidos, pois não me sinto muito confortável com refeições que precisem de ser muito mastigadas por causa do aparelho dentário. Como um ou dois camarões, mas vou preferindo ovinhos mexidos ou estrelados que são mais fáceis de ingerir.

Ingredientes:
| Esparguete Fino da Nacional
| Azeite
| Sal Aromatizado

| Alho
| Azeite
| Camarão Cozido Descascado
| Salsa picada
| Limão

Preparação:
No copo da Bimby coloca-se um litro de água.
Tempera-se com um fio de azeite e sal aromatizado.
Programa-se 10 min., temp. 100º, vel. 1.
No final adiciona-se o esparguete pelo bucal, calcando gentilmente até ficar todo dentro do copo.
Programa-se 8 min., temp. 100º, vel. colher inversa.

Descasca-se o camarão.
Numa frigideira coloca-se dois dentes de alho lâminados e um pouco de azeite.



Quando começar a estalar adiciona-se o camarão cozido descascado e frita-se ligeiramente.
Polvilha-se com salsa picada e rega-se com sumo de limão.



Uma mistura bem agradável e fácil de fazer.
Servi o esparguete polvilhado também com salsa e com sumo de limão.



terça-feira, 24 de Maio de 2011

Pudim de Chocolate Negro e Canela • Com Cuajada



Conhecem os iogurtes "A Leiteira"?
Pois bem, por incrível que pareça eu só provei a versão de chocolate negro há pouco tempo, mais precisamente quando coloquei o meu aparelho dentário.
A necessidade de me alimentar de produtos fáceis de ingerir fez com que experimentasse vários iogurtes e sobremesas diferentes, e sem dúvida que a que mais me seduziu foi a sobremesa de chocolate negro do copinho de vidro.
Fez-me lembrar o Pudim de Chocolate com Cuajada e resolvi fazer uma versão nos copinhos de vidro que vou guardando.
Usei apenas uma saqueta de cuajada, pois não precisava de consistência para desenformar, e usei também 200 ml. de natas, pois estavam para terminar a validade e precisava de as aproveitar.
Juntei ainda um pouco de canela que, a meu ver, deu um toque fantástico!

Ingredientes:
| 500 gr. de Leite Meio Gordo
| 1 saqueta de Cuajada
| 2 colheres [de sopa] de Açúcar
| 200 ml. de Natas
| 200 gr. de Chocolate Negro em barra para Culinária
| 1 colher [de sobremesa] de Canela

Preparação:
No copo da Bimby coloca-se o leite, as natas, o açúcar e o conteúdo da saqueta de cuajada.





Mistura-se 5 seg., vel. 4.
Adiciona-se o chocolate em barra e a canela e programa-se 15 min., temp. 90º, vel. 2.
Deita-se em copinhos de vidro e leva-se ao frigorífico até solidificar.



Uma sobremesa óptima, não fica muito doce, tal como eu gosto, e bastante mais em conta do que as sobremesas de compra!