quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Bolas de Berlim... no Forno

Pin It





Devo de andar com algum problema relativamente às Bolas de Berlim!
Só pode mesmo...
Tive uma experiência desastrosa à algum tempo e agora, novamente, a receita não correu como era de esperar.
Desta vez utilizei a receita do livro de Massas, da Bimby, segundo pessoas que já experimentaram era de fiar, mas comigo as coisas correram, de novo, mal...
Desta vez, no entanto, aproveitei a massa já feita e cozi no forno.
Do mal o menos!
Resultou num pãezinhos doces, fôfos e de sabor muito agradável, mas em nada parecidos com as tão famosas Bolas de Berlim.
Ainda tenho outra receita que me foi enviada por uma amiga que vou experimentar, pois o meu filho adora Bolas de Berlim e está constantementee a pedir-me para fazer... é só mesmo por ele, pois já começo a ficar irritada com o raio das bolas!

Receita do Livro das Massas, da Bimby.

Ingredientes
Massa I
| 2 Ovos
| 50 gr de Leite
| 130 gr. de Farinha
| 1 saqueta de Fermento de Padeiro (Fermipan)

Massa II
| 1 Laranja
| 30 gr. de Rum
| 300 gr. de Leite
| 100 g de Margarina
| 1/2 colher (de sobremesa) de Sal
| 150 gr. de Açúcar
| 550 gr. de Farinha

Preparação:
Fazer a Massa I em primeiro lugar.
Colocar todos os ingredientes no copo da Bimby e programe 1 min, vel. 6.
Reservar até dobrar o volume.
Coloquei dentro de um recipiente tapado, dentro do forno ligado a 50º.

Enquanto isso, fazer a Massa II.
No copo da Bimby, bem limpo e seco, coloca-se a casca de laranja e tritura-se 15 seg., vel. 5-7-10.
Adiciona-se o açúcar e repete-se a operação.
Junta-se os restantes ingredientes e programa-se 2 min., vel. espiga.
Juntar a Massa I e programe 1 min, vel espiga.





Deixar levedar durante 1 hora.

Coloquei a massa dentro de um recipiente tapado, dentro do forno ligado a 50º.

Dividir a massa em porções de cerca de 70 gr. e moldar bolas, ligeiramente espalmadas.
Neste passo já tive muita dificuldade, pois a massa pegava toda às mãos.
Adicionei mais um pouco de farinha para a conseguir moldar.



Deixar levedar cerca 30 min.

De novo coloquei dentro do forno, ligado a 50º.

Fritar em óleo abundante, virando de modo a que fiquem alouradas por igual.
O óleo não deve estar muito quente para que a massa por dentro coza e não fiquem queimadas por fora.
Segundo pesquisei demoram certa de 10 minutos a fritar, o óleo deve de estar a 160º.
Assim que coloquei a primeira bola a fritar a massa começou a desmanchar-se toda.
Por isso liguei o forno a 190º e deixei que as restantes bolas fossem cozidas no forno.
Pelo menos não se estragou tudo!

Ficaram assim:







Recheei com chocolate:



24 comentários:

  1. Pelo menos deste a volta à coisa.

    Não sairam bolas de berlim, sairam pães de berlim.

    Seja como for eu já me servia de um com o recheio de chocolate!

    ResponderEliminar
  2. Pois olha que ficaram bem bonitas ou bonitos. :)

    ResponderEliminar
  3. Há coisas que uma pessoa não consegue mesmo fazer, no meu caso são bolos na bimby, ficam sempre enqueijados.

    Mas tenta a outra receita pode ser que consigas.

    Mas para pãezinhos ficaram com um ar divinal. :)

    ResponderEliminar
  4. Não me importava nada de comer um "pãozinho de Berlim" com recheio de chocolate!!!
    Não saiu como esperado, mas a solução parece-me muito boa!

    ResponderEliminar
  5. Ao menos ficaram uns lindos pães, eu cá se trincava um. lol

    ResponderEliminar
  6. Luisa, força com a terceira receita. Acho que deve tentar novamente.
    Não dizem que à 3ª é de vez?
    Estamos a torcer para que corra bem.
    Fico a aguardar...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Eu também já tive a minha experiência de bolas de berlim que pareciam sonhos gigantes e nada parecidos ás maravilhosas bolas de berlim,da receitas que eu fiz,enfim...não tive coragem para fazer outra aventura como aquela!

    ResponderEliminar
  8. Podem não ter saído como tu querias Luísa, mas k ficaram com óptimo aspecto ficaram... E recheadas com chocolate.. Até engordo só de pensar :)
    bjinhus

    ResponderEliminar
  9. Luísa, olha que até gostei muito deste resultado com o chocolate, porque não sou grande fã das bolas...
    Mas acredito que há terceira vai ser de vez!
    E depois deixas-nos com água na boca como é habitual! Bj:)

    ResponderEliminar
  10. Luísa... as Bolas de Berlim eram a minha perdição quando andava no Secundário! E logo por "azar", passava por uma pastelaria que as fazia e áquela hora estavam mornas! Com creme até dizer chega... (miragem neste momento...)
    E depois chegava à escola e o refeitório tinha... pois... Bolas de Berlim! O diabo em todo o seu esplendor a tentar-me! Não resistia e... lá ia mais uma antes das aulas! (também andei na escola, sabia?)
    Quando li este título no meu Blogue disse logo: da Luisa só pode sair bem e é desta que me atiro às Bolas! Venho aqui e constato a sua "desgraça"! Ainda pensei que não tinha saído do meu, porque desgraças na cozinha é comigo, mas deixe lá que esses pãezinhos de Berlim ficaram bem geitosos e com um aspecto que nem que fossem de encomenda!
    Mas sei que não vai desistir e o seu Filho merece que lhe dê outra oportunidade! Ai estas bolinhas... que saudades!
    Obrigado por me ter feito recordar coisas boas, num tempo que era melhor que hoje, apesar de tudo...

    ResponderEliminar
  11. É caso para dizer: Bolas! Não andas com sorte mas um dia hás-de conseguir :)

    ResponderEliminar
  12. Foi um desastre muito feliz :)

    ResponderEliminar
  13. Olha que boas bolas de berlim que resultaram nuns excelentes pães!! Ficaram bem bonitos, sim senhora!! Pode ser que para a próxima tenhas sorte com as bolas de berlim... Boa sorte!! Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Bem essas bolas de berlim podem não ter saido bem, mas assim no forno ficaram excelentes de aspecto e com chocolate melhorou 200% :-)
    Para mim bolas de berlim lembram-me a praia de montegordo hehe
    bjinhos

    ResponderEliminar
  15. Que deliciaaaaa!!!!
    esse com recheio de chocolate então!!!
    Já separei a receita e vou fazer.....estou na faze dos pães!!!
    beijos
    Lu

    ResponderEliminar
  16. Só uma perguntinha...este 1 Fermento de Padeiro (Fermipan) é o secco ou o fresco??

    obrigada
    Beijos
    Lu

    ResponderEliminar
  17. Estás com azar!!!...
    Mas olha que o resultado ficou bem apetitoso.

    ResponderEliminar
  18. muito mais saudavel sem duvida,ficaram lindas amiga,jinhos grandes

    a tarte de amendoa está um espectaculo tb,jinhos

    ResponderEliminar
  19. Obrigado a todos.

    Coloquei a reportagem para mostrar que nem sempre as coisas saem como queremos, o que não significa que tenham de ir para o lixo!
    Com um pouco de imaginação tudo se aproveita, porque hoje em dia a vida está muito cara!

    Eu quero apenas fazer as bolas de berlim simples, sem cremes (cá em casa não apreciamos muito o creme...), e tenho a firme convicção de que irei conseguir, se não for da próxima vez será de outra, pois não sou de desistir facilmente!

    O fermento que usei foi fermipam, que é um fermento seco.

    Segundo umas dicas preciosas que me deram devo usar fermento de padeiro fresco, que é o que irei fazer da próxima vez.
    Aliás, já tenho uma receita com um excelente passo-a-passo que saíu numa teleculinária e que uma amiga teve a amabilidade de me enviar.
    Vamos ver como corre!

    ResponderEliminar
  20. Bolas para as bolas hehehe...de qq maneira os "pãezinhos" ficaram com um aspecto delicioso...beijinho

    ResponderEliminar
  21. Dei com o seu bloque por andar à procura de receitas de doces folhados para aproveitar uns frutos silvestres e umas placas de massa folhada. Eis que dei com esta página e o seu problema com as bolas de berlim, isto porque o título de bolas de berlim no forno me chamou muitíssimo à atenção, já que não aprecio fritos.
    Não querendo ofender ninguém talvez possa ajudar, ou não, mas deixo aqui a sugestão de qualquer das formas.
    Não pude deixar de reparar que escreveu que colocou a massa a levedar no forno ligado a 50graus. Aqui falo pela experiência que tenho, não em fazer bolas de berlim mas em fazer filhoses (tradição que tenho vindo a aprender com a minha avó); e quanto ao que aprendi não se pode colocar a massa a levedar dentro do forno ou demasiado próximo do calor. Isto porque ela não só leveda mas também acaba por haver alguma cozedura da massa, o que vai fazer com os passos seguintes não resultem tão bem.
    Talvez a solução passe por aqui; mas deixe que diga que a opção que nos deixou não me pareceu mesmo nada mal...e com chocolate ainda por cima só melhorou.
    Boa sorte para a próxima!!

    ResponderEliminar
  22. P. Alex, obrigado pela mensagem que me deixaste, e pelas visitas aqui ao blog.
    Eu e as Bolas de Berlim não temos uma relação fácil, mas quem sabe daqui a uns tempos não volte a experimentar?

    Obrigado pelas tuas dicas, são muito bem-vindas.

    ResponderEliminar
  23. Eu já fiz bolas de Berlim e sairam muito bem, e são super fáceis: basta faze-las com farinha para pão de brioche. Eu fiz a receita do site da Lusitana e ficaram muito fofinhas.

    Boa sorte para a próxima.

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita!

Por favor assine as mensagens.
Comentários anónimos não são publicados.