terça-feira, 4 de agosto de 2015

Mini Babybel, um super queijo para um super lanche

 photo IMG_1109.jpg

Mini Babybel photo IMG_1102.jpg

Mini Babybel photo IMG_1104.jpg

Fui desafiada pela Bel Portugal a criar uma figura original e criativa com a cera do Mini Babybel.
Achei a proposta super engraçada, pois os meus filhos adoram os queijinhos Mini Babybel e apenas juntamos o útil ao agradável: enquanto eu preparava o lanche os meus filhos foram trabalhando a cera, que se molda como a plasticina.
Depois de algumas ideias meio bizarras, lá escolhemos a que ficou mais alegre: umas lindas flores de cera que vieram alegrar e colorir o nosso jardim e tornar o lanche mais divertido!
Os meus filhos usaram uns ejectores para cortar as flores, depois colocaram-se por cima dos queijinhos e está pronto.
Porque a beleza reside na simplicidade do dia a dia, e até um simples lanche de crianças fica mais alegre e colorido com umas flores feitas de cera!

Obrigada Babybel pela oportunidade e por nos fazeres lembrar que não é preciso grandes brinquedos para fazer as minhas crianças felizes, com um simples Mini Babybel se consegue brincar, comer e crescer!
Os meus filhos gostaram imenso!

Mini Babybel photo IMG_1100.jpg

 photo IMG_1115.jpg

 photo IMG_1111.jpg

 photo IMG_1110.jpg

Mini Babybel photo IMG_1107.jpg

Mini Babybel photo IMG_1105.jpg


 photo 46f41d0c-78b9-4c1f-bbe7-0a01e0ea59b0.png   photo 49fc60a5-db70-428b-92c8-b74259842dd7.png   photo dfa38055-a47c-428c-a0f4-1cbf1011ae31.png   photo def999ce-e7e0-4db6-90a4-456d99c27f4a.png   photo 8a6c7a64-d9eb-4054-8d39-d32edcd4e476.png   photo e50ae6e2-1dd0-4fdb-93a7-76f52c4c7cf2.png

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Animais abandonados...

Gatinho abandonado photo IMG_5907.jpg


[na foto os nossos gatinhos que andaram sempre de volta da caixa de transporte onde tivemos o gatinho abandonado até que o vieram buscar...]


Numa altura do ano em que tanto se fala da prevenção do abandono dos animais, é de lamentar que existam pessoas capaz de tal coisa...
No sábado os meus filhos alertaram-me para uns ruídos que vinham do terreno por trás de nossa casa. Os nossos gatos andavam agitados e realmente de vez em quando ouvia-se um miar vindo do terreno, que é cheio de árvores e arbustos.
De repente vislumbrou-se um gatinho pequeno escondido no meio do mato, muito assustado, muito magrinho, todo a tremer...
Eu e o meu filho tentámos apanhá-lo, mas ele esgueirava-se pelo mato no meio dos espinhos e das silvas e tornou-se impossível de o agarrar.
Então colocámos água e comida junto ao muro, na esperança de chamar a sua atenção e conseguir que ganhasse a nossa confiança.
Lá o conseguimos apanhar e hoje procurei aqui em Fátima quem acolhesse animais.
Nós já temos dois gatos e duas tartarugas, não posso estar a levar para casa todos os animais que me aparecem à porta, por isso contactei a GNR cá de Fátima, que muito rapidamente me "despachou" para o canil de Ourém.
Fiquei estupefacta quando, ao ligar para o canil, me disseram, exactamente por estas palavras:
"Ó menina, o rapaz que faz esse serviço de apanhar os gatos está de férias por isso não posso fazer nada..." - isto exactamente assim! Credo... tempo de férias é mesmo um tempo danado, hein!
Enfim...
Foi então que me lembrei que a Junta de Freguesia de Fátima tem uma quinta na Serra d'Aire com animais, ainda há bem pouco tempo a minha filha tinha lá ido fazer uma visita pedagógica com a escola.
Telefonei ao nosso Presidente da Junta de Freguesia, Humberto Silva, que rapidamente se prontificou a vir buscar o gatinho e a levá-lo para a quinta!
Ainda bem que todos somos diferentes, enquanto uns colocam entraves de todos os tipos, existem pessoas de bom coração que em cinco minutos resolvem logo um problema!
É de louvar!
Muito obrigada Humberto, e muito em breve iremos à quinta visitar o gatinho que certamente lá encontrará carinho e cuidado.

Se não querem os animais entreguem-os a quem trate deles, não os abandonem.
Ninguém pede para nascer, existem muitos métodos para controlar a reprodução dos animais, basta para isso um pouco de cuidado dos donos. 
Abandonar os animais é crime e se fosse punido exemplarmente certamente não aconteceriam tantos casos lamentáveis como este que, felizmente, teve um final feliz.
Mas nem sempre isso acontece...


 photo 46f41d0c-78b9-4c1f-bbe7-0a01e0ea59b0.png   photo 49fc60a5-db70-428b-92c8-b74259842dd7.png   photo dfa38055-a47c-428c-a0f4-1cbf1011ae31.png   photo def999ce-e7e0-4db6-90a4-456d99c27f4a.png   photo 8a6c7a64-d9eb-4054-8d39-d32edcd4e476.png   photo e50ae6e2-1dd0-4fdb-93a7-76f52c4c7cf2.png

Carne à Portuguesa

Carne Portuguesa photo DSC02912.jpg

Carne Portuguesa photo DSC02909.jpg

Quem cozinha todos os dias sabe a dificuldade que é encontrar receitas diferentes.
Existem inúmeras opções, é verdade, o problema é conseguir algo que todos gostem e com ingredientes que tenhamos disponíveis.
Não é fácil.
Se eu cozinhasse apenas para mim poderia diversificar muito mais, mas as refeições que faço são para a minha família.
Somos quatro sentados à mesa e gosto que todos fiquem satisfeitos!
A receita que hoje trago é bem ao gosto dos meus filhos.
Carne à Portuguesa é uma receita feita tradicionalmente com carne de porco, mas eu optei por usar peito de frango, prefiro o frango ao porco.
E fica igualmente deliciosa!

Ingredientes:
| Peito de Frango cortado em cubos, usei à volta de 700 gr.
| 3 dentes de Alho
| Massa de Pimentão
| 1 Folha de Louro
| Vinho branco
| Azeite
| 1 Cebola pequena

| Batatas para fritar
| Pickles

Preparação:
Corta-se os peitos de frango em cubos pequenos.
Temperam-se com o alho picado, a massa de pimentão, louro e vinho branco.
Deixa-se tomar gosto uns minutos.
Num tacho coloca-se um pouco de azeite e a cebola picada finamente.
Frita-se até alourar.
Adiciona-se então a carne e frita-se até mudar de cor.
Junta-se a marinada e deixa-se cozinhar até ficar a carne tenra e o molho bem apurado, eu gosto de a deixar mais sequinha, até o tacho ficar sem molho.

Frita-se as batatas em cubos.
Num prato grande coloca-se as batatas, junta-se a carne e envolve-se.
Termina-se com pickles em pedaços pequenos.
Serve-se.

Carne Portuguesa photo DSC02908.jpg

Carne Portuguesa photo DSC02910.jpg

Carne Portuguesa photo DSC02911.jpg


 photo 46f41d0c-78b9-4c1f-bbe7-0a01e0ea59b0.png   photo 49fc60a5-db70-428b-92c8-b74259842dd7.png   photo dfa38055-a47c-428c-a0f4-1cbf1011ae31.png   photo def999ce-e7e0-4db6-90a4-456d99c27f4a.png   photo 8a6c7a64-d9eb-4054-8d39-d32edcd4e476.png   photo e50ae6e2-1dd0-4fdb-93a7-76f52c4c7cf2.png